Emmanuel - Flávio Venturini e Milton Nascimento

30 de abr de 2012

Mensagem do Dia


Amai-vos Sempre



27 de abr de 2012

Mensagem do Dia


Convivência


Convivência


A vida vem de Deus, a convivência vem de nós.
Aqueles companheiros que nos partilham a experiência do cotidiano são os melhores que a Divina Sabedoria nos concede, a favor de nós mesmos.
Se você encontra uma pessoa difícil em sua intimidade, essa é a criatura exata que as leis da reencarnação lhe trazem ao trabalho de burilamento próprio.
As pessoas que nos compreendem são bênçãos que nos alimentam o ânimo de trabalhar; entretanto, aquelas outras que ainda não nos entendem são testes que a vida igualmente nos oferece, a fim de que aprendamos a compreender.
Recordemos: nos campos da convivência é preciso saber suportar os outros para que sejamos suportados.
Se alguém surge como sendo um enigma em seu caminho, isso quer dizer que você é igualmente um enigma para esse alguém.
Nunca diga que a amizade não existe; qual nos acontece, cada amigo nosso tem as suas limitações e se algo conseguimos fazer em auxílio do próximo, nem sempre logramos fazer o máximo, de vez que somente Deus consegue tudo em todos.
Se você realmente ama aqueles que lhe compartilham a estrada, ajude-os a ser livres para encontrarem a si mesmos, tal qual deseja você a independência própria para ser você, em qualquer lugar.
Quem valoriza a estima alheia, procura igualmente estimar.
Se você acredita que franqueza rude pode ajudar alguém,  observe o que ocorre com a planta que você atire água fervente.
Abençoemos se quisermos ser abençoados.

André Luiz - Respostas da Vida (Francisco Cândido Xavier)

Nota de Coragem











25 de abr de 2012

Inquietação e Renovação


INQUIETAÇÃO E RENOVAÇÃO

É possível que as tribulações do cotidiano, de quando em quando, te enevoem os olhos, com relação à senda em que a vida te situou.
Na escola da Terra, porém, a dificuldade é a prova que assegura a lição, e a crise é a época de exame, na qual nos assinalamos, quanto ao proveito no trato da experiência.
Imperioso não nos sintamos tomados de pessimismo ou pressa, à frente dos empeços na tarefa a concretizar.
E que não haja de nossa parte qualquer declaração de impossibilidade, no setor de tempo e limitação, porque o tempo está incessantemente ao nosso dispor, E a limitação, na essência, não existe nos domínios do espírito imperecível.
E que não haja de nossa parte qualquer declaração de impossibilidade, no setor de tempo e limitação, porque o tempo está incessantemente ao nosso dispor, e a limitação, na essência, não existe nos domínios do espírito imperecível.
* * *
Muitas vezes, o rude aprendizado da criatura na derradeira quadra da existência terrestre é o agente de base que lhe garantirá o êxito na próxima reencarnação; e, com freqüência, apenas depois de numerosas tentativas, supostamente frustradas, é que obtemos a realização que se objetiva.
* * *
Cada um de nós é um ser terno vivendo no Universo sem limites.
Pensa nisso, antes de qualquer predisposição ao desânimo ou desespero.
* * *
Se trazes alguma enfermidade recidivante. Não descanses na assistência a ti mesmo, em demanda da cura necessária; se sofres erros crônicos, reconsidera a própria orientação, adotando novo rumo; se carrega desilusões, ali já a carga de tristeza a que inconsequentemente te submetes, contemplando horizontes mais altos, e, se fracassaste em alguma iniciativa, refaze as próprias forças, empreendendo tarefas novas.
* * *
Recordemos: para sanar qualquer problema em que se nos encrava a marcha para diante, bastará sempre nos disponhamos a reagir construtivamente buscando a solução justa, trabalhando para isso, seja a começar ou recomeçar.

Agora é o tempo / Chico Xavier e Emmanuel 

24 de abr de 2012

Mensagem do Dia


Projeto Viver em Família: Os Programas do Lazer

OS PROGRAMAS DO LAZER

         Para chamar a atenção de casais descontentes, cuja vida poderia ser mais alegres e comunicativa se se dispusessem a organizar programas que lhes ensejassem gozar, unidos, suas horas de lazer, valendo-se  das inúmeras oportunidades que aí estão, a seu dispor.
     Ordinariamente, o egoísmo faz com que cada cônjuge só pense em si próprio e procure fazer apenas aquilo que lhe convém, e isto, pouco a pouco, os vai separando, a ponto de, não raro, cada qual divertir-se de um lado, prescindindo, senão mesmo evitando, a companhia do outro.
     Pensadores bem intencionados tem insistido na tecla de que o marido deve acompanhar a mulher na ronda às vitrines de lojas e que a mulher a seu turno, deva ir com ele a jogos de futebol, esforçando-se, cada um, por ser agradável ao parceiro.
      Como todas as pessoas possuem certas tendências anímicas que tem o direito de existir e desabrochar, será melhor que cada cônjuge permita ao outro dar expansão a essas tendências, desde que não comprometam a unidade complexa da vida de um casal, escolhendo, de preferência, algo que seja do agrado de ambos.
    Sabemos que os gostos variam muito entre os indivíduos, principalmente entre homens e mulheres, mas sempre será possível descobrirem-se coisas interessantes para serem feitas em comum.
      São inúmeras atividades que os esposos poderiam entreter-se, mantendo-se em comunhão de corpo e alma, a bem da consolidação dos laços afetivos que os uniram quando as bênçãos de Deus, constituíram um novo lar.


“O repouso serve para a preparação das forças do corpo e também é necessário para dar um pouco mais de liberdade à inteligência, a fim de que se eleve acima da matéria.”
              Allan kardec, “O livro dos Espíritos”


*A vida em família / Rodolfo Calligaris



20 de abr de 2012

Mensagem do dia

Viver

Viver

Cada qual de nós, seja onde for, está sempre construindo a vida que deseja.
Existência é a soma de tudo o que fizemos de nós até hoje.
Toda melhoria que realizamos em nós, é melhoria na estrada que somos chamados a percorrer.
Toda idéia que você venha a aceitar influenciará seu espírito; escolha os pensamentos do bem para orientar-lhe o caminho e o bem transformará sua vida numa cachoeira de bênçãos.
Se você cometeu algum erro não se detenha para lamentar-se; raciocine sobre o assunto e retifique a falha havida porque somente assim, a existência lhe converterá o erro em lição.
Muito difícil viver bem se não aprendermos a conviver.
A viga por fora de nós é a imagem daquilo que somos por dentro.
Viver é lei da natureza, mas a vida pessoal é a obra de cada um.
Toda vez que criticamos a experiência dos outros, estamos apontando em nós mesmos os pontos fracos que precisamos emendar em nossas próprias experiências.
Seu ideal é o seu caminho, tanto quanto seu trabalho é você.

Respostas da Vida – Chico Xavier e André Luiz

Meu Deus






18 de abr de 2012

Mensagem do dia

Agressores e Nós

AGRESSORES E NÓS

Quase sempre categorizamos aqueles que nos ferem por inimigos intoleráveis; entretanto, o Divino Mestre, que tomamos por guia, determina venhamos a perdoar-lhes setenta vezes sete.
Por outro lado, as ciências psicológicas da atualidade terrestre nos recomendam que é preciso desinibir o coração, escoimando-o de quaisquer ressentimentos, e estabelecer o equilíbrio das potencias mentais, a fim de que a paz interior se nos expresse por harmonia e saúde.
Como, porém, executar semelhante feito? Compreendendo-se que o entendimento não é fruto de meras afirmativas labiais, reconhecemos que o perdão verdadeiro exige operações profundas nas estruturas da consciência.
* * *
Se a injúria nos visita o cotidiano, pensemos em nossos opositores na condição de filhos de Deus, tanto quanto nós e, situando-nos no lugar deles, analisemos o que estimaríamos receber de melhor das Leis Divinas se estivéssemos em análogas circunstâncias.
À luz do novo entendimento que nos repontará dos recessos da alma, observaremos que muito dificilmente estaremos sem alguma parcela de culpa nas ocorrências desagradáveis de que nos cremos vítimas.
Recordaremos, em silêncio, os nossos próprios impulsos infelizes, as sugestões delituosas, as pequenas acusações indébitas, e as diminutas desconsiderações que arremessamos sobre determinados companheiros, até que eles, sem maior resistência,
diante de nossas mesmas provocações, caem na posição de adversários perante nós.
Efetuado o auto-exame, não mais nos permitiremos qualquer censura e sim proclamaremos no coração a urgente necessidade de amparo da Misericórdia Divina, em favor deles e a nosso próprio benefício.
Então, à frente de qualquer agressor, não mais diremos no singular: “eu te perdôo”, e sim reconheceremos a profunda significação das palavras de Jesus na oração dominical, ensinando-nos a pedir a Deus desculpas para as nossas próprias falhas, antes de as rogar para os nossos ofensores, e repetiremos com todas as forças do coração:
“Perdoai senhor, as nossas dívidas assim como perdoamos aos nossos devedores”.

Rumo Certo - Chico Xavier e Emmanuel

Projeto Viver em Família: As Variações de Humor


AS VARIAÇÕES DE HUMOR   

        É fato da observação comum que todos nós, homens e mulheres, passamos, periodicamente, por variações de humor.
      Tem fase que sentimo-nos em paz com nós mesmos e com o mundo, encaramos os acontecimentos da vida com otimismo, experimentamos prazer em nos comunicarmos com os outros, damos expansão à alegria que nos vai pela alma, demonstramos possuir coragem suficiente para enfrentar quaisquer dificuldades, somo capazes de revelar coisas desagradáveis que nos aconteçam, e assim por diante.
     Já tem período que sentimo-nos desajustados no ambiente de trabalho e até em nosso próprio lar, não queremos conversa com ninguém, não achamos graça em nada, aborrecemo-nos com tudo e com todos, tornamo-nos irascíveis e intolerantes, pequenas contrariedades se nos afiguram de proporções exageradas, nossos ideais mais caros se amesquinham, chegando, por vezes, até à perda do interesse de viver.
      Essas variações ocorrem tão amiúde, e com uma tal intensidade, que fazem lembrar os casos de dupla personalidade. Passam, de súbito, da vivacidade para a depressão, e vice-versa, o que dificulta sobremaneira se tenha como elas um procedimento espontâneo.
      Precisa-se “estudar” sempre o que dizer-lhes e como agir com elas, porque uma brincadeira inocente, recebida de bom grado em determinadas condições de humor, pode, em outras, provocar melindres.
       É de toda conveniência, portanto, que os esposos aprendam a discernir esses ciclos temperamentais, no outro e em si mesmo.
     No outro, para desculpar-lhe o mau humor, as impertinências, na certeza de que em breve isso passará, e tudo voltarás às boas. Em si mesmo, para ter o cuidado de não tomar nenhuma atitude mais drástica, da qual, depois, muito terá que arrepender-se.
       É preciso que cada um dos cônjuges, ao perceber o mau-humor do outro, procure amenizar a situação, evitando, a todo custo, agastar-se também, para não suceder que, duplicado, esse mau sentimento faça a casa ir pelos ares.
    Um dos meios mais eficazes para dominar a depressão consiste em cultivar o bom-humor, adquirido o hábito de ver o lado alegre das coisas.


“Quanto te seja possível, suporta a esposa incompreensiva e exigente, ainda mesmo quando surja aos teus olhos por empecilho à felicidade.

Quanto estiveres ao teu alcance, tolera o companheiro áspero ou indiferente, ainda mesmo quando compareça ao teu lado por adversário de tuas melhores esperanças.

Não há purificação sem burilamento, como não há metal acrisolado sem cadinho esfogueante.”

Francisco Cândido Xavier, Emmanuel, “Coragem”

*A vida em família / Rodolfo Calligaris


13 de abr de 2012

Mensagem do dia

Antes do berço

Antes do berço

Antes do berço, na Espiritualidade, examinando suas próprias necessidades de aperfeiçoamento terá você pedido:
- a deficiência corpórea que induza à elevação de sentimentos;
- a enfermidade de longa duração, capaz de educar-lhe os impulsos;
- essa ou aquela lesão física que favoreça os exercícios de disciplina;
- determinada mutilação que lhe iniba o arrastamento à agressividade exagerada;
- o complexo psicológico que lhe renove as idéias;
- o lar amargo onde possa aprender quanto vale a afeição;
- o traço de prova que lhe impõe obstáculos no grupo social, a fim de esquecer inquietações de orgulho;
- o reencontro com os adversários do passado, então na forma de parentes difíceis, atendendo resgate de antigos débitos;
- a impossibilidade temporária para a obtenção de um título acadêmico, de modo a frenar-se contra desmandos intelectuais;
- internação passageira em ambiente de pauperismo, de maneira
a desenvolver a própria habilitação no trabalho pessoal.
Aceite as dificuldades e desafios da existência, porque, na maioria das circunstâncias, são respostas da Providência Divina
aos nossos anseios de reajuste e sublimação.

André Luiz - Respostas da Vida (Francisco Cândido Xavier)

12 de abr de 2012

Mensagem do dia

Projeto Viver em Família: A Técnica do Incentivo

A Técnica do Incentivo

      Não é preciso possuir nenhum dom nem conhecimentos especiais para constatar que a vaidade e o orgulho são dois sentimentos dos mais comuns entre quantos possam aninhar-se no íntimo das pessoas.
     E são eles que, maior número de vezes, provocam o estremecimento das relações entre marido e mulher.
         É que, na convivência diária, as fraquezas e imperfeições de cada um acabam por relevar-se, dando margem a uma série de decepções recíprocas e, ao sofrerem o impacto dessas revelações, nem um nem o outro tem a delicadeza de desculpá-las ou a superioridade de suportá-las, pacientemente.
      Sentindo-se “desmascarados”, nenhum dos dois terá interesse ou estímulo para modificar-se.
      A técnica do incentivo, poderá render em benefício da harmonia familiar.
         Consiste essa técnica em elogiar as habilidades e os traços positivos do(a) companheiro(a), em toda e qualquer circunstância: a sós com ele(a), diante de terceiros, com a sua presença ou sem ela.
       Fazê-lo, entretanto, com maior sinceridade, visando ressaltar o que ele(a) realmente tenha de melhor, ainda que se trate de pequenas virtudes domésticas.
         Sabendo-se valorizado(a), ele(a) não só cuidará de manter o cartaz, evitando qualquer deslize que possa comprometê-lo(a), como procurará torna-se cada vez mais digno(a) desses elogios, esforçando-se por adquirir ou desenvolver outros bons predicados de que ainda se ressinta.
      Quando um dos cônjuges se mostre contrariado ou deprimido porque algo desagradável lhe aconteceu fora de casa, será bom que o outro demonstre compreender o seu estado de ânimo e lhe manifeste solidariedade. Não se deixe envolver, porém em suas vibrações negativas: ao contrário, procure mudar-lhes o teor, desanuviando o ambiente com efusões de alegria, de entusiasmo e de fé, porque assim é que a vida deve ser vivida.

“Não estamos na obra do mundo para aniquilar o que é imperfeito, mas para completar o que se encontra inacabado.”
Chico Xavier/Emmanuel – Vinha de Luz




        *A vida em família / Rodolfo Calligaris


Família












11 de abr de 2012

Mensagem do dia

Tribulações

TRIBULAÇÕES

Quando estiveres à bica de maldizer as provações que a Terra te ofereça por lições beneméritas, pensa na estagnação em que se nos erigiria o caminho, se não houvesse a mudança, que tantas vezes se nos expressa à custa de sofrimento.
* * *
Se a semente não aceitasse a solidão, no claustro da gleba, flor e fruto não surgiriam no enriquecimento da vida.
Se a fonte recusasse passar por sobre lodo e pedra, o campo estaria reduzido à esterilidade.
Se a lâmpada se negasse a suportar a carga de força que gradativamente a consome, não se faria luz dissolvendo as trevas.
Se a criança não se desenvolvesse, transformando-se em adulto, a ingenuidade jamais daria lugar à experiência.
* * *
Assim em todos os distritos da edificação e do sentimento.
Se a cultura não crescesse, não haveria progresso.
Se a teoria não avançasse para a realização, nunca passaria de um montão de palavras.
* * *
Transposição, atrito, provas e desafios são condições de melhoria e aperfeiçoamento, ajuste e elevação. 
À vista disso, aceitemos em paz as tribulações que a existência nos imponha.
Se lutas e empeços, conflitos e lágrimas não nos visitassem os corações, nosso espírito se deteria gradeado na ilusão e na insipiência, ensombrado de ignorância e primitivismo.
Agradeçamos os obstáculos que nos chegam em forma de alteração ou mudança, quebrando-nos a inércia e renovando-nos a vida.
* * *
Recordemos a águia nascitura.
Não fosse o rompimento do invólucro que a constringe, não desenvolveria as próprias asas para ganhar as alturas.
Não existisse o sofrimento que nos estilhaça a crosta da personalidade egoística, não encontraríamos caminho para elevar-nos à felicidade da vida eterna.

Rumo Certo - Chico Xavier e Emmanuel

10 de abr de 2012

Apelo de Amigo

Apelo de amigo

Não se deprecie.
Não diga que você não merece a bênção de Deus.
Atendamos à realidade.
Se a Divina Providência não confiasse em você, não teria você
em mãos tarefas importantes quanto estas:
- uma criatura querida a proteger;
- alguém a instruir;
- uma casa a sustentar;
- o doente para assistir;
- uma profissão a exercer;
- esse ou aquele encargo mesmo dos mais simples;
- algum ensinamento a compor;
- essa ou aquela atividade de auxílio aos semelhantes;
- algum trato de terra a cultivar;
- determinada máquina para conduzir.
Se a sabedoria da Vida nada esperasse de você não lhe teria
doado tantos recursos, quais sejam:
- a inteligência lúcida que auxilia a discernir o certo do errado;
- a noção do Bem e do Mal;
- as janelas dos cinco sentidos;
- a capacidade mental cuja as manifestações você pode aprimorar
ao infinito, empregando o esforço próprio;
- a visão do corpo e da alma com que você realiza prodígios
de observação e de análise;

André Luiz - Respostas da Vida (Francisco Cândido Xavier)

Seguidores

Google+ Followers

Países que nos visitam

Países que nos visitam

Recomendo este Blogger

Vídeos do Grupo Musical Cativar - GMC

Caros amigos, o Grupo Musical Cativar compartilha com vocês sua primeira postagem no youtube com a nova formação: Guitarra - Roberto, Contra-baixo - Amaro, Violão - Jeronimo, Percursões - Olavo e Robério e vocal - Lilia.
Espero que gostem e prestigiem, pois é cativante

Cantando o teu natal

O Homem integral

Passos na Areia