Emmanuel - Flávio Venturini e Milton Nascimento

28 de fev de 2012

Projeto: Viver em Família - A vocação para o casamento

A VOCAÇÃO PARA O CASAMENTO

        A felicidade é a aspiração primeira do ser humano, Ninguém deixou de procurá-la, sonhando tê-la como nume tutelar de sua existência.
    A maioria espera encontrá-la no casamento. Natural que seja assim, pois é propósito da sabedora divina que o homem e a mulher, sendo um, complemento do outro, se unam intimamente para alcançarem a plenitude da vida.
      Unânime a expectativa da felicidade no casamento, várias são as razões que levam as criaturas a contraí-lo. Por isso, enquanto uns colhem, na vida conjugal, farta messe de alegrias, prazeres e bem estar, outros, ao contrário, só encontram nela angústias, frustrações e sofrimentos.
     É que para formar um lar tranqüilo e feliz não basta que os cônjuges se tenham unido por necessidade de amor e companheirismo, pelo anseio de dar-se inteiramente a alguém ou pelo desejo de possuir um lar e filhos, razões estas que oferecem as maiores probabilidades de sucesso nas relações de casal. O casamento é algo muito complexo e seu êxito depende de uma série de fatores.
       Em seu entusiasmo fácil, muitos jovens o encaram com exagerado otimismo, acreditando-se aptos para superar todo e qualquer obstáculo que ameace a concretização de suas fagueiras esperanças.
      Não se dão conta que a união de dois seres, criados e educados, quase sempre, em famílias, escolas, níveis sociais e lugares diferentes, requererá de ambos uma reformulação permanente de costumes, interesses, opiniões e sentimentos, sem que acabará com tantas, em desencanto e fracasso.
    Quer dizer-se, então, dos que casam por conveniência? Por pressão dos familiares que desejam vê-los assentes na vida?
       O casamento forçado, ou seja, aquele que o homem é compelido a desposar uma moça por havê-la engravidado, conta igualmente, com escassas possibilidades de alcançar resultado satisfatório.
         Quando duas pessoas são obrigadas a se unirem apenas por não terem podido resistir a uma violenta impulsão biológica, não raro vêm a separar-se logo em seguida e, se continuam juntas, mal se suportam, nutrindo ambas, um amargo ressentimento e a sensação de terem sido logradas.
     No homem principalmente, este ressentimento costuma a ser acompanhado de franca hostilidade àquela que o acorrentou ao seu destino, criando-se assim, um péssimo ambiente para o filho, cujo futuro será bastante comprometido.
     Sabendo-se, como se sabe, que a felicidade conjugal depende de que marido e mulher funcionem harmoniosamente suas personalidades, tornando-se como que uma só pessoa, parece evidente que, naquelas uniões em que o coração não intervenha será bem mais difícil possam eles estabelecer uma base estável e sadia que lhes permita enfrentarem, juntos, as vicissitudes da existência sem conflitos.
      Não se tem visto tantos casais, sinceramente enamorados um do outro, que começaram a união conjugal às mil maravilhas e depois vieram a separar-se por insanável desentendimento?
    Em contraposição, não se conhece, também, inúmeros matrimônios inconseqüentes que, malgrado os prognósticos desfavoráveis, acabaram dando certo, sendo muito bem sucedidos?
      A razão é que cada casamento será, sempre, qual os esposos o façam.

      “A natureza deu o homem a necessidade de amar e de ser amado.” (Allan Kardec)

*A vida em família / Rodolfo Calligaris

16 de fev de 2012

Presentes de Amor

Presentes de amor



          Quando você houver beneficiado a alguém Consolide sua bondade sobre a dádiva que fez para que você não humilhe quem a recebe.
         Não se oponha contra quem fale pelo simples prazer da contradita.
          Preste uma informação sem desprimorar quem a solicita.
        Converse sem desejar parecer maior ou melhor que os circunstantes.
       Habitue-se a evitar confrontações para não ferir as suscetibilidades de quem ouve.
         Tolere o apontamento menos feliz de algum amigo sem irritação e sem revide.
         Cultive a paciência nos momentos difíceis, abstendo-se de agravar tribulações e problemas.
          Não tente o coração alheio com promessa que não deseje e nem possa cumprir.
          Atenda ao bem pela alegria de servir sem cobrar tributos de gratidão.
          Não exija a cooperação dos outros em tarefas que você possa
realizar por si mesmo.
         Espalhando esses presentes de amor estará você efetuando na
organização cambial da vida os seus melhores investimentos de Paz e Felicidade.


André Luiz - Respostas da Vida (Francisco Cândido Xavier)

15 de fev de 2012

Assunto de todos


ASSUNTO DE TODOS
            



          Efetivamente não dispões do poder de improvisar a paz do mundo; entretanto, Deus já te concedeu a faculdade de renunciar à execução dos próprios desejos, em favor da tranqüilidade desse ou daquele ente querido, que depende de tua abnegação para ser mais feliz.

* * *
           Não consegues estabelecer o entendimento fraternal entre todas as comunidades a que te vinculas; no entanto, a Divina Providência já te honrou com a bênção das palavras, no uso das quais podes entretecer a concórdia, no agrupamento de criaturas em que a vida te situou.
* * *
           Não reténs o dom de te fazeres ouvir indefinidamente por todos, em todos os recantos do orbe, no levantamento do bem; todavia, a Sabedoria infinita já te confiou o benefício das letras, com as quais podes gravar os teus pensamentos nobres, inspirando bondade e segurança em tuas áreas de ação.
* * *
          Não tens contigo os elementos precisos para sustentar a harmonia, nos lugares onde a Humanidade surge ameaçada de caos e perturbação, mas o Amor Supremo já te entregou a possibilidade de manter a ordem, quando não seja dentro da própria casa, pelo menos no espaço diminuto em que te dedicas ao trato pessoal.
* * *
          Não extinguirás a fome que ainda atormenta vastos setores da Terra, mas podes ceder um prato em auxílio de alguém.
* * *
         Não curarás todas as enfermidades que flagelam largas regiões em todo o Planeta. No entanto, podes ofertar, de quando em quando, uma hora de serviço no socorro aos doentes.
* * *
        Não logras trazer o Sol para clarear os caminhos entenebrecidos durante a noite, mas podes acender uma vela e rechaçar a escuridão.
* * *
        Realmente, por enquanto, nenhum de nós - os Espíritos em evolução na Terra -pode jactar-se de ser uma enciclopédia de talentos para realizar todas as operações do Bem Universal, ante as leis de Deus, mas, ajustados às Leis de Deus, todos já possuímos recursos para envolver na direção do Bem-Maior, fazendo o bem que podemos fazer.

  Rumo Certo - Chico Xavier e Emmanuel   

A Boca fala o que o coração está cheio
















Vocabulário para os netos





















Seguidores

Google+ Followers

Países que nos visitam

Países que nos visitam

Recomendo este Blogger

Vídeos do Grupo Musical Cativar - GMC

Caros amigos, o Grupo Musical Cativar compartilha com vocês sua primeira postagem no youtube com a nova formação: Guitarra - Roberto, Contra-baixo - Amaro, Violão - Jeronimo, Percursões - Olavo e Robério e vocal - Lilia.
Espero que gostem e prestigiem, pois é cativante

Cantando o teu natal

O Homem integral

Passos na Areia